top of page
_DSC6413.jpg

práticas corporais

Aqui, a Dança é a carruagem que nos conduz em uma viagem ao nosso Ser criativo, nossa essência, nossa fonte. Adentrando esse portal em que Danças nossas se revelam e dando permissão a esses corpos para mover suas histórias, seus desejos e suas emoções, vamos manifestando nossas criações.

Ela nasce do desejo de aprofundar na prática corporal para que tenhamos nela uma aliada no dia-a-dia, uma ferramenta poderosa e própria de autorregulação para estarmos mais apropriadas da capacidade que o nosso Corpo tem de nos dar equilíbrio e sustentação.

 

Facilitadas por Laryssa França

Minha intenção é ancorar um campo seguro e fértil, conduzindo mulheres em um profundo mergulho em si mesmas, para que possam - através da ampliação da escuta atenta de seus corpos - ganhar autonomia na elaboração de processos pessoais que se manifestem através de expressões artísticas, poéticas e alquímicas.

Quando adentramos esse portal mágico, onde nossas potências e vulnerabilidades estão ali, vivas, pulsantes e cheias de movimento, onde nos abrimos com coragem para os afetos, as percepções, sensações e emoções que nos transbordam em estado de Dança, vamos reencontrando em nós mesmas a capacidade que temos de criar para nós aquilo que desejamos manifestar no Mundo. Nos aproximamos de nós, à medida que nos aproximamos umas das outras. Nos aproximamos da vida, à medida que voltamos a nos compreender como parte de tudo que vive.

_DSC6828 (1) (2)_edited.jpg

As práticas são abertas para mulheres com ou sem quaisquer experiências corporais ou com dança. O interesse aqui é irmos confiando no processo.

As vivências têm como eixo a redescoberta de movimentos expressivos que possam trazer à tona uma maior percepção do que sentimos, pensamos e desejamos criar, para que através da Dança possam ser canalizadas e manifestadas reunindo suas potências e vulnerabilidades como elementos fundamentais de manutenção do bem viver.

 

Assim, a abordagem se dá a partir de exercícios de meditação ativa, consciência e expressão corporal, práticas de educação somática e criação de caminhos poéticos para a pesquisa e desenvolvimento de uma Dança própria.

_DSC6718.jpg

Intencionamos poder – através desse encontro – partilhar nossas danças numa celebração que reafirma a potência do que tecemos até aqui e do que ainda desejamos fazer brotar.

O trabalho tem intenção de devolver contorno ao corpo, dar outros toques, criar outras conexões e especialmente dar à esse corpo-casa outras provocações sensoriais, desfrutar das emoções e pensamentos que nascem da alquimia - mundo dentro, mundo fora.

 

A escrita intuitiva, as rodas de conversa, os jogos corporais, a voz, os instrumentos e elementos sagrados e ainda as cartas oraculares são alguns dos dispositivos trazidos para o encontro como condutores essenciais ao resgate de práticas femininas ancestrais.

 

Para além dos momentos de conexão guiada, há ainda a compreensão da importância da convivência umas com as outras e com o espaço, como forma de ampliar ainda mais os encontros celebrativos entre mulheres.

bottom of page